Política ambiental é tema de encontro na FGV EPGE

Data do evento 15/04/2014 - 14:00

Neste mês, a FGV EPGE- Escola Brasileira de Economia e Finanças realizou mais um encontro da Série Temas Contemporâneos – que discute questões da atualidade sob a ótica de diferentes áreas do conhecimento. Nesta edição, a Escola recebeu o deputado estadual e ex-secretário de Estado do Ambiente do Rio de Janeiro, Carlos Minc.   

Durante a palestra, Minc falou sobre a criação do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), em 2007, a partir da fusão de três órgãos: Fundação Estadual de Engenharia de Meio Ambiente (Feema), Superintendência Estadual de Rios e Lagoas (Serla) e Instituto Estadual de Florestas (IEF). Ele citou, ainda, sobre o atual desafio do instituto: integrar a política ambiental do Estado e atender às demandas da sociedade nas questões ambientais.

Ao comentar a gestão do INEA, Minc destacou os principais êxitos e as questões a serem enfrentadas. De acordo com ele, graças à criação da lei de ICMS Verde (também de 2007 ) a “área protegida do Rio de Janeiro foi duplicada, passando de 105 mil para 220 mil hectares”. A lei estabelece que as prefeituras que mais investem na preservação ambiental contam com maior repasse do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Minc reconheceu ainda o problema dos lixões, mas ressaltou que este é um “problema de 90% das cidades do país”, lembrou. Após sua exposição, Carlos Minc abriu o debate aos alunos.

As palestras da Série Temas Contemporâneos ocorrem sempre às 14h, no auditório do 12º andar da sede da FGV, no Rio de Janeiro.